Perfil
Perfil
Fotos
Mapa
Comentários
Anúncio Relacionado
  • Um mar caribenho, transparente e em vários tons, com águas mornas e tranquilas, casarões centenários com arquitetura preservada e charmosas ruas de paralelepípedo. A ilha de Itaparica, na Bahia, é um lugar com vizinhos com cadeiras nas calçadas curtindo a brisa do mar.  A maior ilha da Baía de Todos os Santos está a 13 quilômetros de Salvador por via marítima. É cercada por arrecifes de corais, tem uma exuberante vegetação tropical, manguezais e lindos coqueirais. Até hoje sua beleza exerce fascínio e uma conexão mágica com todos que passam por lá.

    Onde ir.

    Com o sol garantido quase o ano inteiro, a ilha é um bom programa em qualquer época, mas no verão ela fica mais movimentada com a chegada dos veranistas. 

    O que fazer

    Além de ser um destino que convida a contemplar cada movimento do sol, do mar e da lua, Itaparica também tem muita história e a pequena cidade pode ser explorada em apenas um dia.

    Comece o passeio pelo Campo Formoso, passando por uma pracinha com casas coloridas e históricas. Siga em direção à Praça dos Veranistas pelas ruas de paralelepípedo que ainda revestem todos os caminhos da cidade, passando pela rua do Grande Hotel e da Biblioteca. 

    Aprecie a maravilhosa vista que se abre em frente à praça com lindas árvores de flamboyants cobertas de flores vermelhas em contraste com o mar. Olhando para a direita, dá para contemplar a cidade de Salvador e uma parte da bela praia de Ponta de Areia. 

    O Boulevard

    Siga para a esquerda, caminhando pelo jardim da Casa Rosa em direção ao charmoso Boulevard, a rua mais charmosa e tradicional da cidade, arborizada e de frente para a praia, onde ainda se vê alguns exemplares preservados de casarões do século 19.  

    As praias

    Na frente do Boulevard, se a maré estiver cheia, não resista a dar um mergulho e apreciar a delícia de uma enorme piscina de água morna e transparente. 

    Se a maré estiver vazia, aproveite para se divertir na areia, cavando com as mãos até encontrar centenas de “chumbinhos”, as pequenas conchas fechadas do marisco, que rendem uma deliciosa moqueca para o almoço. 

    Siga em direção à próxima praça, onde está a Praia do Forte, que costuma receber mais gente e tem estrutura de barraquinhas e baianas de acarajé em ambiente bem improvisado e descontraído.

    Não deixe de pedir o picolé do Picolaishon, a maior atração da praia, com seu chapéu imenso e carrinho de picolé com som de trio elétrico, o divertido rapaz tem conversa animada, põe os banhistas para dançar e joga picolés para as crianças quando elas estão no mar. Um pouco mais afastada, a Praia da Ponta de Areia é a preferida para quem faz passeios de escuna.

     

     

    Fonte: https://viagem.uol.com.br/noticias/2018/02/24/conheca-o-caribe-baiano-na-ilha-de-itaparica.htm

     

     

  • Nenhum registo encontrado

    Lamento, mas não foram encontrados registros que correspondam à sua pesquisa. Ajuste seus termos de busca e tente novamente.

    O Google Map não foi carregado

    Lamento, mas foi possível carregar a API do Google Maps.

  • Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *